O projecto LACES inicia a sua academia em linha para formar a pessoas e empresas de economia social nos reptos da Indústria 4.0

O projecto LACES inicia a sua academia em linha para formar a pessoas e empresas de economia social nos reptos da Indústria 4.0

Nova 2

A volta das férias de verão estreia-se este ano com o lançamento da academia em linha do projecto LACES, uma iniciativa realizada desde o âmbito geográfico da Eurorrexión Galiza-Norte de Portugal que tem como objectivo contribuir ao fomento da economia social para conseguir um salto cuantitativo na competividade das empresas deste sector.

Em concreto, a academia oferecerá formação por Internet a todas aquelas pessoas interessadas em conhecer os reptos da Indústria 4.0, entre outros sectores, e assim adaptar as suas empresas ou entidades de economia social aos requerimento da que já se conhece como a quarta revolução industrial.

Desde o projecto LACES querem-se promover, através desta formação, oportunidades de criação de empresas de economia social na nova Indústria 4.0, que será chave para medir a rendibilidade e sustentabilidade dos futuros projectos empresariais e que já se está estendendo por todo mundo.

Nova formação para uma realidade emergente

A academia põe a disposição dos alunos um total de 80 horas de formação gratuita, na que se podem inscrever através do seguinte enlace.

Os avanços tecnológicos que caracterizam o novo panorama global exigem uma contínua actualização de conhecimentos, que derivarão, no meio e longo prazo, no aparecimento de novas profissões. Algumas das que já surgiram nos últimos anos e que se encontram entre as mais #demandado do mercado laboral, são as de analistas de dados e big data ou experto em inteligência artificial e Internet das Coisas. Também cabe destacar o aparecimento de novos modelos de empresas, como os fab labs, pequenas fábricas nos centros das cidades que permitem a criação de todo o tipo de objectivos através da impressão 3D.

Com esta academia, o projecto LACES, enquadrado no “Programa INTERREG V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020”, pretende satisfazer essas necessidades formativas para que a economia social mantenha a sua competitividade neste novo palco.